Buscar
  • izabelaipds

Sabe o que são as Notas sensoriais?

Você já viu que nos rótulos de cafés especiais costumam ter as notas sensoriais do seu café?


Você sabe o que elas significam ?


Normalmente estas informações são quebradas em alguns segmentos, e são eles:

Sabor , Aroma, Acidez, Doçura, Corpo


Os cafés especiais manifestam as suas características de aroma e sabor da sua própria natureza e origem. Isso acontece porque os grãos são puros, livres de resíduos e tem a torra adequada e fresca para preservar e realçar as suas qualidades.

As características são definidas pelo terroir, pela espécie e pelos processos de pós colheita que o café é submetido.


Mas calma, vamos explicar o que é isso, e assim te ajudar a escolher o café ideal pra você!


1) Sabor e Aroma: O café frutado remete ao sabor de uma fruta madura e saudável, que normalmente aparece mais nos cafés com menos torra e maior altitude de plantio do grão. Podemos destacar sabores frescos, amora e até frutas cítricas, que marcam os cafés de acidez acentuada. O café floral precisa destacar o aroma de flores, e as flores que apresentam mais aroma são as flores frescas. Por isso é um café que não pode ter uma torra muito avançada, respeitando o frescor. Pode ser sutil – como aroma de flores de café ou hibisco – ou mais intenso – como aroma de cardamomo e especiarias. O café com aroma achocolatado pode ser entendido como o café que apresenta uma textura mais aveludada, doce e prolongada, similar à sensação de deixar um pedaço de chocolate derreter na boca. Pode apresentar variações puxando para a baunilha e o próprio chocolate, ou intensidades mais elevadas, como o sabor de caramelo ou rapadura, indicando uma torra mais intensa, que acabou por caramelizar os açúcares naturais.


2) Acidez: É a parte que é percebida na lateral da língua, e um café de qualidade precisa apresentar elementos como frescor e cítrico, isso faz com que os demais sabores se elevem. Mas não se engane, cafés azedos não são considerados bons, e podem ser resultado de um defeito grave como apodrecimento de parte dos grãos. As Torras mais claras mantém a acidez mais acentuada.


3) Doçura: É o fator que está ligado ao processo de pós colheita e ao terroir de onde ele é plantado, que trás a concentração, a torra também tem influência aqui, onde é responsável pela caramelização dos açúcares. O sabor é caracterizado pela percepção da frutose, que são comumente associadas com os aromas chocolate ou caramelo. É geralmente usado para se descrever cafés que são livres de sabores externos. Até mesmo os cafés mais cítricos e fortes podem ser ainda mais refrescantes se há uma mistura balanceada com o doce.


4) Corpo: É o fator que está intimamente ligado à torra e que representa a persistência do sabor no paladar. O prolongamento do sabor e da sensação da bebida. O café que tem mais corpo é resultado de torra mais intensa, enquanto isso, o café com menos corpo é mais leve e delicado, fruto de uma torra mais clara.


Conta pra gente o que você achou!


E corre pra comprar os nossos Cafés:


https://www.cupacafes.com/product-page/250grs-cup%C3%A1-frutado-torrado-em-gr%C3%A3os


1) O Frutado que possui mais acidez e leveza


2) O Clássico que possui mais docura e sabores com caramelo, rapadura e chocolate


3) O intenso, mais encorpado e com presença mais forte.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo